domingo, 30 de setembro de 2007

***

Sou alguém que busca a luz
Alguém que busca a paz...
Mas como buscar algo que esta dentro de mim?
Todos possuem luz dentro de si
Mas a escuridão que toma conta do meu ser, as dúvidas e incerteza não me deixam ver
Mas apesar de tudo vou tentar seguir
O caminho é difícil, e nele encontramos de tudo:
Pedras, espinhos, lágrimas, gritos. Mas nem tudo é só pranto...
Nessa longa estrada chamada vida também encontramos amor, alegria, felicidades, paz, amigos, abraço...
O que me resta é seguir... apenas seguir...
Aprendi que o tempo cura toda as feridas
Aprendi também que a dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional.
Sei que ainda restam muitas feridas para serem cicatrizadas, e muitas lágrimas para serem derramadas...
Mas mesmo assim enxergarei a beleza das flores, o sorriso de uma criança, sentirei o abraço de uma amizade verdadeira, escutarei o doce cantar dos pássaros...
"Sei que as coisas podem piorar, mas também sei q eu podemos intervir para melhora-las"
(Paulo Freire)

Um comentário:

João G. Vallo disse...

Andréia! um blog seu! legal! um dia faço um pra mim!...
alguns comentários: Sim, Paulo Freire é o cara. Vc citou algo do Drummond que é otro gênio...
gostei do poema do Zé da Luz!!...
bjoos linda.
jg