segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Indignada....essa é a palavra

Hoje ao olhar meus e-mails me deparei com um texto de uma psicologa que me deixou profundamente indignada!
Veja:

" Vale a pena ler de novo.


Cazuza só não foi pior porque não se elegeu a nada.

Cazuza (0) X (10) Psicóloga.

É ...DEVIAM COLOCAR ISSO NUM OUTDOOR LÁ NA PRAÇA CAZUZA , NO LEBLON
...

Psicóloga x Cazuza !
Esta mensagem precisa ser retransmitida
para todas as FAMÍLIAS!
Uma psicóloga que escreveu algumas verdades.
Uma psicóloga que assistiu o filme Cazuza escreveu o seguinte texto:
'Fui ver o filme Cazuza há alguns dias e me deparei com uma coisa
estarrecedora. As pessoas estão cultivando ídolos errados..
Como podemos cultivar um ídolo como Cazuza? Concordo que suas letras são muito tocantes, mas reverenciar um marginal como ele, é, no mínimo, inadmissível.
Marginal, sim, pois Cazuza foi uma pessoa que viveu à margem da sociedade, pelo menos uma sociedade que tentamos construir (ao menos eu) com conceitos de certo e errado. No filme, vi um rapaz mimado, filhinho de papai que nunca precisou trabalhar para conseguir nada, já tinha tudo nas mãos. A mãe vivia para satisfazer as suas vontades e loucuras. O pai preferiu se afastar das suas responsabilidades e deixou a vida correr solta.
São esses pais que devemos ter como exemplo?
Cazuza só começou a gravar pois o pai era diretor de uma grande gravadora.
Existem vários talentos que não são revelados por falta de oportunidade ou por não terem algum conhecido importante.
Cazuza era um traficante, como sua mãe revela no livro, admitiu que ele trouxe drogas da Inglaterra, um verdadeiro criminoso. Concordo com o juiz Siro Darlan quando ele diz que a única diferença entre Cazuza e Fernandinho Beira-Mar é que um nasceu na zona sul e outro não.
Fiquei horrorizada com o culto que fizeram a esse rapaz, principalmente por minha filha adolescente ter visto o filme. Precisei conversar muito para que ela não começasse a pensar que usar drogas, participar de bacanais, beber até cair e outras coisas fossem certas, já que foi isso que o filme mostrou.
Por que não são feitos filmes de pessoas realmente importantes que tenham algo de bom para essa juventude já tão transviada? Será que ser correto não dá Ibope, não rende bilheteria?
Como ensina o comercial da Fiat, precisamos rever nossos conceitos, só assim teremos um mundo melhor.
Devo lembrar aos pais que a morte de Cazuza foi consequência da educação errônea a que foi submetido ..
Será que Cazuza teria morrido do mesmo jeito se tivesse tido pais que dissesem NÃO quando necessário?
Lembrem-se, dizer NÃO é a prova mais difícil de amor .
Não deixem seus filhos à revelia para que não precisem se arrepender mais tarde. A principal função dos pais é educar. Não se preocupem em ser 'amigo'
de seus filhos. Eduque-os e mais tarde eles verão que você foi a pessoa que mais os amou e foi, é, e sempre será, o seu melhor amigo, pois amigo não diz SIM sempre.'

Karla Christine
Psicóloga Clínica"

Fiquei completamente horrorizada com as afirmações dessa mulher! Primeiro que deve ser péssima e não conhecer nem a metade da historia do cazuza. Viu o filme e tirou conclusões totalmente infundadas e errôneas. Cazuza foi um gênio, suas músicas eram mais que “tocantes”, eram inteligentes, tinham conteúdo, diferente de muitos "talentos" hoje em dia, que criam letras pobres, sem conteúdo. É fato que ele não foi um santo, mas quem é? Compará-lo com um marginal francamente!
Cazuza era gay sim mais isso não necessariamente foi por causa de sua infância ou culpa dos seus pais, já existem provas que a tendência à homossexualidade é genética. A AIDS era uma doença desconhecida em uma sociedade que colocava o sexo como tabu o que é totalmente errado. O sexo é o produtor da vida o ato mais bonito de um ser humano, porém existiam influências como as da igreja que colocavam isso como um mau.
Essa mensagem é preconceituosa e provavelmente escrita pela burguesia que só pensa em si e acabar com os pobres. Cazuza era usuário sim mais ele não pode ser visto com um fernandinho beira mar e outros usuários devem ser tratados não exterminados ou julgados!
Ao invés de apenas ver o filme e tirar conclusões, pesquise a história dele, conheça realmente quem foi Agenor de Miranda Araújo Neto. Graças a ele, o AZT, remédio para o controle da Aids foi mais divulgado. E que na época ele se ofereceu para testes e que e COMPRAVA esses remédios para ajudar pessoas que também tinham o vírus. O filme não foi bem produzido, focaram somente o lado rebelde do cazuza e não seu lado, humano, poeta. Não digo que deveriam ter mostrado um “conto de fadas”, ou camuflar essa parte da vida dele. Mas mostrar os dois lados.
Mas devido a isso, aparecem pessoas arrogantes e desinformadas que chegam falando qualquer merda como essa psicóloga. Ouvir cazuza irá influenciar seus filhos a "usar drogas, participar de bacanais, beber até cair”. Mas ouvir funck o qual as letras e danças são totalmente pornográficas, com palavras chulas, sem qualquer conteúdo e denegrindo a imagem da mulher não tem o menor problema? Francamente! Graças ao "marginal" foi criada a fundação viva cazuza
http://www.vivacazuza.org.br/ que apóia crianças e adolescente com o vírus da AIDS. Toda renda adquirida com a venda de discos, vai para essa fundação.Penso que na sociedade de hoje, uma pessoa escrever um texto como este carregado de preconceito, discriminação e julgamentos infundados é deprimente. Conheça primeiro, depois julgue! Antes de apontar o dedo para alguém olhe-se no espelho!


Cazuza (10)x Psicóloga (0)
-> Agora me responda: o que é mais apropriado para seus filhos escutarem? "A nova dança do creu" ou cazuza?

Burguesia (Cazuza)

A burguesia fede
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesiaA burguesia não tem charme nem é discreta
Com suas perucas de cabelos de boneca
A burguesia quer ser sócia do Country
A burguesia quer ir a New York fazer comprasPobre de mim que vim do seio da burguesia
Sou rico mas não sou mesquinho
Eu também cheiro mal
A burguesia tá acabando com a Barra
Afunda barcos cheios de crianças
E dormem tranqüilos
Os guardanapos estão sempre limpos
As empregadas, uniformizadas
São caboclos querendo ser ingleses
São caboclos querendo ser ingleses
A burguesia fede
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia

A burguesia não repara na dor
Da vendedora de chicletes
A burguesia só olha pra si
A burguesia é a direita, é a guerra
A burguesia fede
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia
As pessoas vão ver que estão sendo roubadas
Vai haver uma revolução
Ao contrário da de 64
O Brasil é medroso
Vamos pegar o dinheiro roubado da burguesia
Vamos pra rua
Vamos acabar com a burguesia
Vamos dinamitar a burguesia
Vamos pôr a burguesia na cadeia
Numa fazenda de trabalhos forçados
Eu sou burguês, mas eu sou artista
Estou do lado do povo, do povo
A burguesia fede - fede, fede, fede
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia
Porcos num chiqueiro
São mais dignos que um burguês
Mas também existe o bom burguês
Que vive do seu trabalho honestamente
Mas este quer construir um país
E não abandoná-lo com uma pasta de dólares
O bom burguês é como o operário
É o médico que cobra menos pra quem não tem
E se interessa por seu povo
Em seres humanos vivendo como bichos
Tentando te enforcar na janela do carro
No sinal, no sinal
No sinal, no sinal
A burguesia fede
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia





5 comentários:

guilherme disse...

Me desculpe, mais creio que de certa forma ele era um marginal sim(não pra ser comparado com fernandinho beira-mar)E ao mesmo tempo era um artista talentoso e um homem com muitas coisas boas na alma. Talvez o que conta no final foi o que falou rauzito:(outro marginal rsrs) "Os homens passam e as músicas ficam."

Andréia disse...

humm....ñ acho que eles foram marginais...eles foram sim usuarios de drogas, bebiam muito e talz..mas isso não é motivo para julga-los como marginais.
Afinal eles não fizeram mal a ninguém, não roubaram, não mataram. Fizeram mal apenas a eles mesmos. Mas eram pessoas dignas como tdas as outras. além de gênios e poetas.

guilherme disse...

Concordo. Acho que não me expressei de forma correta. Digamos que eram "artistas marginais" e se fossem marginais. prefiro eles do que os marginais que se escondem atrás de um titulo importante, do modo que procedem alguns políticos

4tunato disse...

Ele é um Gênio poetizador e musicalizador,mas tambem era humano, ou seja, sujeito a erros como todos nos. acertou bem de um lado, e errou de outros... nos troxe mensagens exelentes atravez de sua arte, mas um exemplo de vida bastante erroneo.

como pessoas sensatas podemos analizar essa situaçao e filtrar somente aquilo que ha de bom neste ser,sem julgarmos o restante. bem simples, não eh?

Só faço uma observaçao. De certo modo, concordo com a psicologa que o filme não é uma boa influencia de qualquer modo para crianças e adolescentes que estão com a personalidade em formaçao, nao deixaria meus filhos verem, ou me prepararia para uma loooooonga conversa! xD

é só o que acho!

bjo

Álvaro Peixoto disse...

acredito que as letras de cazuza são/eram muito mais influenciáveis do que a vida que ele levou/levava, por isso a grande quantidade de fãs.
a psicologa coloca a vida dele como uma ideologia para os fãs o que é extremamente errado, os fãs tinham como ideologia, as músicas, as letras, que eram por sinal, poemas, capazes de fazer qualquer pessoa refletir sobre ela ou a sociedade, e buscar visões a respeito da vida cada vez mais lapidadas.
e como andreia citou, fazer isso, ou seja refletir, com as músicas de pagode/funk, isso sim é
insano, duentil e triste, e a socidade hoje é fruto dessa falta de valores.
poucos são aqueles que cultivam cantores como cazuza no seu repertório diário.